Fundação Getúlio Vargas, IDB e ICJP assinam protocolo de cooperação

Publicado em Sex, 25/11/2016 - 20:05

O Instituto de Ciências Jurídico Políticas da Faculdade de Direito da Universidade Lisboa (ICJP), o Instituto Brasiliense de Direito Público (IDB) e a Fundação Getúlio Vargas (FGV) assinaram um protocolo de cooperação científica com o principal objetivo de proceder ao desenvolvimento de atividades e projetos em conjunto na área do Direito Público.

Através do protocolo de cooperação assinado, o ICJP, nomeadamente através do CIDP, o IDP e a FGV pretendem, nomeadamente, promover iniciativas direcionadas ao aperfeiçoamento dos modelos de gestão e organização de instituições públicas e privadas, consultoria e assistência técnica e científica junto das mesmas instituições, conceção e difusão de projetos de pesquisa e discussão de temas de relevo para os três signatários.

Para além disso, o protocolo de cooperação visa, sobretudo, fomentar uma relação de intercâmbio de pessoas e ideias, bem como de colaboração científica entre o ICJP, o IDP e a FGV que  se refletirá numa importante ação técnica e científica conjunta.

AVISO DE ABERTURA DE PROCEDIMENTO CONCURSAL DE SELEÇÃO INTERNACIONAL PARA A CONTRATAÇÃO DE DOUTORADO/A AO ABRIGO DO ARTIGO 4.º DO DECRETO-LEI N.º 57/2016, DE 29 DE AGOSTO, COM...

1.  Na sequência do ...

O Professor Doutor Carlos Blanco de Morais foi reeleito Presidente do Grupo de...

O ICJP realizou uma formação “à medida” para o Serviço do Provedor de Justiça de Cabo Verde, nas matérias de Direito Administrativo e Direito do Urbanismo, envolvendo temáticas...

O CIDP – Centro de Investigação de Direito Público foi responsável pela organização de quatro workshops de formação para magistrados sobre implementação do Direito da...

 
O ICJP participa e apoia o Curso de Direito Internacional Público, que terá início na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, que decorrerá nos próximos dias 14 e 15 de Novembro de...

A DGPJ pretende constituir uma lista de interessados tendo em vista o recrutamento de juristas para, em comissão de serviço de dois anos, eventualmente renovável, exercerem funções como...

Páginas

black