CIDP avaliado com “Excelente” destaca-se como o melhor centro de investigação em Direito do país

Publicado em Qua, 26/06/2019 - 12:15

A Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) divulgou esta semana os resultados da avaliação das unidades de I&D realizadas por painéis de avaliadores oriundos de universidades estrangeiras de referência.

De entre todas as Faculdades de Direito portuguesas, a nota mais alta foi dada ao CIDP – Centro de Investigação Direito Público do Instituto de Ciências Jurídico-Políticas (ICJP) da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. O CIDP foi classificado com a nota “Excelente”, com nota máxima em todos os critérios de avaliação: a) qualidade e internacionalização das atividades; b) mérito da equipa de investigadores; e c) objetivos, estratégia, plano de atividades e organização.

O CIDP tinha sido classificado com “Muito Bom” na avaliação anterior, em 2014, o que já o tinha qualificado como a melhor unidade de I&D portuguesa em Direito, embora em ex aequo com um centro de investigação de outra universidade. Com esta nota, o CIDP melhora a sua avaliação e destaca-se, isoladamente, como a única unidade I&D do país com essa classificação na área das ciências jurídicas.

Nas palavras do painel de avaliadores da FCT, “o CIDP constitui um exemplo claro de um centro de I&D de alta qualidade, totalmente internacionalizado, de qualidade globalmente competitiva, que conta com uma equipa de trabalho competente e uma visão clara do futuro. O painel ficou profundamente impressionado com as conquistas significativas do Centro em todos os aspetos e, por unanimidade, classificou-o globalmente como “Excelente”, bem como com “excelente” em todos os subcritérios individuais. É o único centro de I&D da área jurídica no país que alcançou essa pontuação nesta avaliação, pois está significativamente à frente de todos os seus pares em todos os critérios de avaliação da FCT: um modelo para todos os outros seguirem e aprenderem”. O relatório completo está disponível aqui.

Foi publicada, pela AAFDL Editora, a obra O Regime de Responsabilidade Civil Extracontratual do Estado e demais Entidades Públicas: Comentários à Luz da Jurisprudência, cuja coordenação...

O Instituto de Ciências Jurídico Políticas da Faculdade de Direito da Universidade Lisboa (ICJP), o Instituto Brasiliense de Direito Público (IDB) e a Fundação Getúlio Vargas (FGV) assinaram um...

 
Foi publicada pela editora brasileira Saraiva, a obra "Mutações Constitucionais", resultado de um projeto de pesquisa internacional conduzido pelo Centro de Investigação de Direito Público...

International Law Fellowship Programme das Nações Unidas realiza-se em Haia, de 26 de junho a 4 de agosto de 2017.
 
Mais informações...

Os editores do Cambridge International Law Journal (CILJ) convidam à submissão de papers para a Cambridge International and European Law Conference 2017.
 
...

O Presidente do TJTO - Tribunal de Justiça do Tocantins, Desembargador Ronaldo Euripedes de Sousa, e o Diretor Geral da ESMAT - Escola Superior da Magistratura do Tocantins, Desembargador Marco...

Reuniu no dia 11 de novembro, pela 14h, nas instalações da Faculdade de Direito de Lisboa, o júri designado pela Comissão Coordenadora Científica do Centro de Investigação de Direito Público (CIDP...

O European Journal of Legal Studies lançou o Prémio "New Voices", com o objetivo de promover jovens investigadores.
 
A competição está aberta a estudantes de Mestrado, Doutoramento,...

Reuniu no dia 7 de novembro, pela 18h, nas instalações da Faculdade de Direito de Lisboa, o júri designado pela Comissão Coordenadora Científica do Centro de Investigação de Direito Público (...

O Professor Carlos Blanco de Morais, Vice-Presidente do ICJP e Coordenador Científico do CIDP, foi condecorado no dia 27 de outubro, no Palácio do Planalto, em Brasília, com a Ordem Nacional do...

Páginas

black