O ICJP felicita vivamente o Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa

Publicado em Ter, 02/02/2016 - 18:30

O Instituto de Ciências Jurídico-Políticas felicita vivamente o Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa  pela sua eleição para Presidente da República, desejando-lhe as maiores felicidades no exercício desse alto cargo.

Enquanto Decano do Grupo de Ciências Jurídico-Políticas, Presidente do Conselho Fiscal do Instituto e Presidente do Conselho Científico do Centro de Investigação de Direito Público, onde também é Investigador, o Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa será sempre uma figura de referência do ICJP/CIDP, tendo a sua eleição prestigiado a atividade científica destas duas instituições, bem como a Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.

A DGPJ pretende constituir uma lista de interessados tendo em vista o recrutamento de juristas para, em comissão de serviço de dois anos, eventualmente renovável, exercerem funções como...

A Professora Doutora Ana Maria Guerra Martins, investigadora principal do Centro de Investigação de Direito Público (CIDP), foi eleita no dia 2 de outubro de 2019 como a próxima...

Fotografia do Prof. Freitas do Amaral (créditos: Lusa)

O Grupo de Ciências Jurídico-Políticas manifesta publicamente o mais profundo pesar pelo falecimento do Prof. Doutor Diogo Freitas do Amaral.

...

O Grupo de Ciências Jurídico-Políticas da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa comunica, com grande pesar, o falecimento de um dos seus mais antigos Doutores e...

Equipa CIDP

A Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) divulgou esta semana os resultados da avaliação das unidades de I&D realizadas por painéis de avaliadores oriundos de universidades estrangeiras de...

O Bastonário da Ordem dos Advogados, Guilherme Figueiredo, e o juiz do Tribunal Europeu dos Direitos Humanos, Professor catedrático Paulo Pinto de Albuquerque, organizam o...

Realizou-se nos dias 21 e 22 de março, o Congresso Luso-Brasileiro de Legística, na Cidade de S....

Lisboa, 6 e 7 de junho de 2019

O DIREITO INTERNACIONAL E OS LIMITES DA LUTA CONTRA O TERRORISMO

...

Páginas

black