Summer School on Digital Democracy and Populism: From Political Propaganda to Twitter

A digitalização e as plataformas electrónicas sociais têm o potencial de alterar fundamentalmente as democracias em funcionamento. Talvez os famosos “tweets” de Donald Trump e a ascensão do populismo em todo o mundo sejam os exemplos mais visíveis, mas os “social media” também estão a ser usados pelos oponentes de governantes populistas que tentam alertar os outros para os perigos de sua eleição.

Esta Summer School é sobre inclusão e exclusão através da democracia, participação direta e indireta no Governo e manipulação da vontade pública na era das plataformas electrónicas sociais. As novas tecnologias oferecem novas oportunidades para a participação pública no Governo, mas também facilitam a manipulação da opinião pública. Por exemplo, parece cada vez mais comum que os cidadãos só leiam as notícias que foram pré-selecionadas pelo Facebook para se adequar às suas visões de mundo. No entanto, não é apenas o próprio debate público que está em jogo. Parece haver um padrão nas mudanças populistas no Direito Constitucional, que inclui a tentativa de adaptar as leis eleitorais para influenciar o resultado das eleições e atacar o sistema judicial.

O programa abrangerá os seguintes tópicos:

 

Basics

  • The basics of the legal system of Portugal
  • A basic political history of Portugal

 

The effect of democracy and the organisation of the state

  • Comparative history of democracy and elections, including:
    • electoral systems in a comparative context;
    • inclusion and exclusion through democracy;
    • limits on the right to vote;
    • gerrymandering.

 

  • Old and new forms of direct participation:
    • referendums
    • new forms of participation, such as the Icelandic example of crowdsourcing the constitution or e-democracy

 

  • Autocracy, populism and militant democracy
    • Including the role of the judiciary on safeguarding democracy

 

  • Social media and democracy:
    • the role and effects of ‘classic’ and social media on public opinion (incl. (new forms of) compartmentalisation)
    • Manipulation of elections: ‘fake news’, propaganda, social media etc.

 

  • International and supranational organisations as a challenge to national democracy
    • International and European law as a limit to national self-government
    • Europeanisation as a driving force behind populism
    • Possible conflicts of loyalty for state actors.

 

 

Catálogo

De 2019-07-15 a 2019-07-19
Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa
2019-07-15T00:00:00 2019-07-19T00:00:00 Europe/Lisbon Summer School on Digital Democracy and Populism: From Political Propaganda to Twitter De 15 a 19 de julho de 2019, na FDUL FDUL ICJP

 

Organização

 

Documentação

black